Regras e Competições

 

 

Regras e competições

A modalidade de jiu-jitsu na qual os praticantes lutam contra adversários durante uma competição é chamada de “jiu-jitsu desportivo”. No jiu-jitsu desportivo não se aplicam golpes traumáticos, e sim torções, imobilizações, projeções, etc.

Quem organiza as competições de jiu-jitsu em território nacional é a
Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu, que foi fundada em 1994, por Carlos Gracie Júnior. Em março de 2007 foi fundada também a Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo. Juntas, elas criaram o regulamento de competições que já está bastante consolidado e serve de modelo também para competições internacionais.

 

Conheça alguns importantes tópicos das regras de jiu-jitsu:

Área de competição

Também denominada de ringue, a área deve ter entre 64 e 100 m2, sendo que obrigatoriamente 36 m2 devem ser de área interna (área de combate). O restante é chamado de área de segurança. Os tatames da área de segurança devem ser de cor diferente dos tatames da área de combate


Sistema de graduação

Branca

iniciante, qualquer idade

Cinza

4 a 6 anos

Amarela

7 a 15 anos

Laranja

10 a 15 anos

Verde

13 a 15 anos

Azul

16 anos e acima

Roxa

16 anos e acima

Marrom

18 anos e acima

Preta

19 anos e acima

Vermelha e preta

 

Vermelha

 


As faixas branca, cinza, amarela, laranja, verde, azul, roxa e marrom são divididas em 5 níveis de graduação - faixa lisa e mais 4 graus, sendo de responsabilidade do professor conceder esses graus em cada uma dessas faixas. Já a faixa preta é subdividida em sete diferentes níveis de graduação: faixa preta lisa e mais 6 graus que são concedidos exclusivamente pela IBJJF (International Brazilian Jiu-Jitsu Federation).

Um atleta que é faixa preta só pode requerer a faixa vermelha e preta após 7 anos no 6º grau da faixa preta. O mesmo vale para o atleta da faixa vermelha e preta requerer faixa apenas vermelha. A faixa vermelha 10º grau é conferida apenas aos pioneiros do jiu-jitsu...

Arbitragem e placar

Cada combate é conduzido por um árbitro central, que por sua vez é supervisionado por uma comissão de arbitragem. De acordo com a técnica e golpe aplicado, o árbitro faz determinado gesto que é interpretado pelo mesário, que por sua vez lança a pontuação no placar. Não há empate no jiu-jitsu – toda luta é decidida por desistência, desclassificação, perda dos sentidos, pontos ou vantagem. Veja como funciona a pontuação:

Vantagem: após o término do tempo da luta o árbitro poderá dar uma vantagem para o atleta que estiver em posição que vale ponto, ou para o atleta que estiver em uma posição de finalização encaixada.

Ponto: para o atleta receber um ponto, é necessário que ele domine o adversário por 3 segundos na mesma posição.

 

Equipamento

Os competidores de jiu-jitsu devem obrigatoriamente utilizar quimono. Os quimonos podem ser de cor preta, azul ou branca e não podem ser misturados, ou seja, a calça tem que ser da mesma cor do paletó. A faixa deve ter entre 4 e 5 cm de largura e deve ser amarrada na cintura com um nó duplo, impedindo o paletó de ser aberto.

Não é permitido o uso de camiseta sob o paletó, assim como sapatilhas e protetores de orelha. As unhas devem estar curtas. Isso mesmo, antes do início da luta o medidor verifica o tamanho do comprimento das unhas dos lutadores assim como o estado da faixa e do quimono, que devem estar devidamente limpos.


Categorias e duração das lutas

Categoria

Faixa etária

Duração

Pré mirim

4, 5 e 6 anos

2 min

Mirim

7, 8 e 9 anos

3 min

Infantil

10, 11 e 12 anos

4 min

Infanto-juvenil

13, 14 e 15 anos

4 min

Juvenil

16 e 17 anos

5 min

Adulto

18 a 29 anos

Branca - 5 min
Azul - 6 min
Roxa - 7 min
Marrom - 8 min
Preta - 10 min

Master

30 a 35 anos


Azul - 5 min
Roxa - 6 min
Marrom - 6 min
Preta - 6 min

Sênior 1

36 a 40 anos

5 min

Sênior 2

41 a 45 anos

5 min

Sênior 3

46 a 50 anos

5 min

Sênior 4

51 a 55 anos

5 min

Sênior 5

56 em diante

5 min

 

Competições

O Campeonato Brasileiro é o evento mais tradicional da CBJJ, pois engloba todas as faixas etárias e graduações. Outro evento bastante consagrado no Brasil é o Campeonato Brasileiro em Equipes, no qual cada academia pode inscrever uma equipe com sete atletas, sendo cinco titulares e dois reservas. O técnico de cada equipe enumera seus lutadores de 1 a 5 e na hora do confronto , luta o 1 com o 1, o 2 com o 2 e assim por diante. A academia que obtiver três vitórias em cinco confrontos avança na chave.

Outras competições também são famosas no esporte, como o Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, que desde a sua criação, em 95, só não foi realizado no Brasil uma única vez (2007). Além do Mundial, outros torneios reúnem grandes lutadores como o Campeonato Europeu, Campeonato Asiático, Campeonato Pan-Americano, além do Campeonato Internacional de Masters e Sêniors.

Contato

Union Team Twitter: @EquipeUnionTeam equipeunionteam@yahoo.com.br