Os canhotos são melhores no esporte?

14/03/2011 22:16

  Os canhotos nos combates físicos

Os humanos ocupam o topo da cadeia alimentar. Mesmo que  não tenham que se preocupar com predadores,  há muito tempo os humanos  temem os próprios semelhantes.

Desde os tempos de luta da pré-história ou da época vitoriana, a violência sempre foi um enorme problema em nossa sociedade. Naqueles tempos, quanto mais você derrotava o seu oponente em uma disputa “homem a homem”, melhor você se colocaria na vida.

Assim como um predador se adapta a matar a maioria de suas presas, os soldados são treinados para se defenderem da grande maioria de seus adversários: os lutadores destros. E com frequência os movimentos tornam-se padrões. Se você está acostumado a lutar contra destros e obter vitórias, suas habilidades e reflexos estarão sempre voltados para combater um oponente destro.  No entanto, lutadores canhotos tornam-se verdadeiros “elementos-supresa” aos seus adversários. Nos tempos mais remotos, ser canhoto inclusive o levava para o topo da tribo.  Como exemplo, temos Alexandre, o Grande, considerado um dos generais mais brilhantes de todos os tempos e que... era canhoto.

Entre os anos 2001 e 2004, um par de pesquisadores franceses testou a teoria que defende a superioridade dos canhotos em batalhas examinando a prevalência de cidadãos canhotos em áreas com altos índices de assassinato. Na teoria, essas condições permitiriam aos pesquisadores uma melhor observação, no mínimo em busca de estatísticas que pudessem comprovar a sobrevivência dos canhotos. Com bastante certeza, os pesquisadores Charlotte Faurie e Michel Raymond atestaram que os canhotos têm 27% de chance a mais de sobrevivência em situações de violência no mundo todo em comparação aos destros.

Já em áreas onde assassinatos não fazem parte do dia a dia, a predominância dos canhotos se dá nos esportes. O mesmo princípio “surpresa” que permite aos canhotos se darem bem em combates físicos se aplica aos jogos nos quais competidores precisam de muita habilidade e reflexos.  Assim como um gladiador romano é treinado para combater oponentes destros, um rebatedor de beisebol possui muito mais experiência contra arremessadores destros. Em lutas esportivas, como o boxe, wrestling e MMA, essa comparação é ainda mais óbvia. Nesse caso, é melhor saber com antecedência quem será o seu adversário – se um boxeador, por exemplo, souber que irá lutar contra um adversário canhoto, certamente fará outro tipo de preparação para a luta.

Em competições onde o “lado” pode fazer toda a diferença, as vitórias dos canhotos são frequentemente creditadas às suas condições.  Se a porcentagem da condição de canhoto subisse, certamente a vantagem dos mesmos também subiria, proporcionalmente.

 

Por Robert Lamb.

Tópico: Os canhotos são melhores no esporte?

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário

Contato

Union Team Twitter: @EquipeUnionTeam equipeunionteam@yahoo.com.br